sexta-feira, 17 de abril de 2015

Desumanidade

 
(esta fotografia é retirada da net, pois com a correria toda nem tive tempo para tirar uma fotografia)

  Bem, eu não queria começar logo o blog com um post sobre a minha raiva da sociedade... mas tem de ser. Mas antes de mais quero mencionar que a "sociedade" a que me refiro não engloba todos nós, mas sim aquela sociedade estragada que cada vez mais personificada em quase todo o lado e cujas atitudes fazem perder a restante pouca fé na humanidade.
  Ontem à noite, por volta das 23h, 6 gatinhos recém-nascidos foram atirados para um caixote do lixo dentro de um saco fechado perto da minha casa, e porque assim "teve de ser" cá em casa ouvimos o choro proveniente do lixo e fomos lá e encontramos o tal saco com os coitadinhos já muito abalados. Imediatamente trouxemo-los para dentro de casa e colocámos um cobertor num alguidar com eles lá dentro para se aquecerem. Depois ligámos para o número de emergência do veterinário e o doutor deu-nos dicas sobre como tentar que se mantivessem vivos até irmos lá hoje. Eles eram tão bebés que até os olhos tinham fechados... E de 2 em 2 horas tínhamos de os alimentar com a mistura de água e leite indicada pelo doutor, massajar a barriga deles para ajudar os movimentos peristálticos e mantê-los quentinhos e até os pusemos mais ou menos perto de um aquecedor para que a temperatura se mantivesse. E a noite passou assim entre "turnos" divididos cá em casa.
  Hoje conseguimos arranjar uma senhora que cuida de gatinhos neste estado e que felizmente pôde prestar-nos ajuda. Mesmo assim tenho tentado arranjar uma casinha para estes pequeninos e espero conseguir. Tenho esperança que sim.
  Mas este é um dos milhares de casos semelhantes que acontecem e muitas vezes os pobres e indefesos animais mais do que abandonados são ainda maltratados... Isto é aquilo que fará sempre o meu coração encolher no peito quando sei de casos desses ou penso neste assunto. Já tive quem me dissesse que fiz o melhor que podia e contribuí para a vida destes gatinhos, e espero poder continuar a ajudar no que posso... mas nem sempre é fácil porque as associações de recolha e canis estão cheios e nem têm mãos a medir e por muito que tenhamos as melhores intenções é muito dispendioso.
  Dizem que quem corre por gosto não cansa, eu não me irei cansar de tentar dar a voz que estes animais não têm para ajudar o mais que posso... Mas ficarei sempre chocada com tal desumanidade.

Love, S.

8 comentários:

  1. Que horror, não sei como são capazes de tal coisa. Porque não deixarem os gatinhos crescer e dar a alguém? As pessoas são mesmo más, que preferem atira-los para o lixo. Mas realmente é a sociedade que temos, vemos mães a fazer isso aos próprios filhos, e aos animais nem se imagina.
    Espero que os pequenos sobrevivam e arranjem donos que os tratem bem.

    ResponderEliminar
  2. R: Mal a vida esteja mais organizada sei que volto.

    ResponderEliminar
  3. No outro dia abandonaram 4 cachorrinhos perto da minha, também :/

    ResponderEliminar
  4. Tive uma colega de casa que encontrou uns cãezinhos ainda bebezinhos também, no lixo, em que apenas dois estavam vivos, Trouxe-os para casa, e uns dia ou dois depois um morreu. Mas o outro, faziamos também "turnos" para o alimentar e para mantê-lo sempre limpo. Felizmente fez-se um cachorrinho cheio de energia e bem chatinho! ahah Encontrámos logo duas pessoas para ficar com ele. Escolhemos a que achámos melhor e foi das melhores experiências que tive, pois senti-me muito bem a cuidar do pequenote

    ResponderEliminar
  5. Também fico doida com casos destes... Há uns tempos ouvi uns 'piu pius' muito abafados vindos do lixo e fui lá e eram dois pintaínhos também recem nascidos dentro de um saco, trouxe-os para casa e tentei que sobrevivessem mas foi em vão, morreram os dois. Não sei como é que há pessoas capazes de cometer actos tão horrivéis e tão desumanos... x

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente é uma coisa que acontece muito regularmente brm portugal. Háessoas muito más e sem coração.

    ResponderEliminar
  7. Dói ler este tipo de coisas e saber que acontecem constantemente...Compreendo-te perfeita-me às vezes perde-se a fé em que as coisas melhorem nesse aspecto.

    Gostei do teu blog e segui :D Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. R: Não é por ser de cá, mas vale mesmo muito a pena :)
    Não percebo como as pessoas são capazes de atos detes, desumanos...

    ResponderEliminar

"Sei que só há uma liberdade: a do pensamento."
-Antoine de Saint-Exupéry