domingo, 23 de agosto de 2015

#03- Uma carta para...

Untitled

Mim mesma
"Já adivinhas o que vou dizer certo? Bem tendo em conta que estou a falar contigo e tu és eu sim, já o sabes (vá já acabou o momento parvinho).  
Sabes que complicas demasiado algumas coisas que são tão simples que até a palavra "simples" já é demasiado complexa para os descrever... E sabes que devias tentar relaxar um pouco mais, não dando voltas e voltas na cabeça por coisas que ainda não aconteceram e que muitas vezes nem chegam sequer a realizar-se. Trabalha nisso e sabes que com o apoio que tens sempre de quem te ama vais melhorar. Pelo menos tenta. Experimenta o positivismo em vez do filtro de negativismo com que por vezes olhas em redor, mas sobretudo para ti própria.
Admitir os defeitos não é algo fácil, mas para ti parece que admitir as virtudes é algo ainda mais difícil. Não digo que te tornes narcisista, porque é algo que não aprecias nem combina contigo, mas tenta acreditar um pouco mais naquilo que és e que consegues fazer de bom. Porque todos nós devíamos saber dar-nos o devido valor sem cair em exageros. 
E, acima de tudo, persegue os teus sonhos! Corre atrás deles, agarra-os com força e se caíres enquanto isso acontece volta a levantar-te. Porque sabes bem aquilo que tens definido para ti e sabes bem aquilo que queres alcançar, só falta mesmo seres valente e acreditares.
Ama incondicionalmente. Não guardes rancor a memórias passadas, guarda lições. Dança, canta, salta, faz palhaçadas, ri, lê, escreve, joga, aperalta-te, e faz mil e uma coisas só porque gostas e só porque sim. Sê tu própria, e sê feliz com isso."

Bem escrever isto foi até um pouco desafiante porque fez-me encarar-me a mim mesma. E por vezes nós somos os nossos maiores críticos, mas quando queremos sabemos ver-nos de forma imparcial. Quem quiser desafie-se (:

Love, S.

10 comentários:

  1. Adorei, principalmente a última parte "Sê tu própria, e sê feliz com isso."

    ResponderEliminar
  2. Estas cartas são óptimas para pensarmos um bocadinho mais sobre quem somos. Ajuda-nos a crescer e avançar :)

    ResponderEliminar
  3. É incrível como somos as melhores pessoas para aconselhar a nós próprios mas mesmo assim cometemos certos erros, não é? Lê esta carta muitas vezes! :)

    ResponderEliminar
  4. Se calhar ainda vou tentar um dia destes :) Boa ideia!
    Por vezes também complico um pouco as coisas, penso demasiado...

    ResponderEliminar
  5. Acho que não seria capaz de dar assim grandes conselhos a mim própria. Consigo ajudar as outras pessoas, mas parece parvo perceber que não consigo fazer isso comigo. Há uns anos devia ter escrito uma carta ao "meu futuro eu"... agora parece que já vou tarde demais, mas nunca se sabe =P
    ****

    ResponderEliminar
  6. Adorei! Talvez um dia tenha coragem para me escrever...

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito de ler a tua carta a ti mesma e decidi aceitar o desafio :) vou pensar hoje à noite sobre o que gostaria de dizer a mim mesma e amanhã à tarde trato disso. Obrigada pela excelente ideia. :)

    ResponderEliminar

"Sei que só há uma liberdade: a do pensamento."
-Antoine de Saint-Exupéry