quarta-feira, 19 de agosto de 2015

About being veggie (e a família)

Brunch Baby

Então este post como devem saber (maybe pelo título :p) vai ser sobre a relação da minha família com o vegetarianismo, e deixo já a nota de que alguém que não tenha interesse algum pelo tema pode simplesmente não o ler porque eu não o levo a mal de certeza mas não vou entrar em detalhes sequer a explicar o que faço.

Bem deixada a nota, aqui vai:
Eu há relativamente pouco tempo, tendo em conta que ainda só passaram alguns meses, iniciei-me neste modo de vida, dado que para mim não se baseia somente numa dieta. Os motivos pelos quais o comecei são diversos e explicá-los não é fácil nem sempre facilmente aceite, mas faz-me sentir realmente bem e acho que isso é o mais importante.
A minha família (aqueles que sabem) nunca o vai aceitar totalmente nem compreender as razões, mas o que me chateia é o facto de o criticarem ou as típicas piadas sobre o assunto. Sobretudo o meu irmão que acha que tem o direito de criticar constantemente, apesar de não saber qual é o problema dele porque eu não critico ninguém pelo que come e não faço juízos de valor. Mesmo assim a ideia já está mais assente na sua cabeça e assim é mais fácil porque isto não é uma moda ou fase como fizeram questão de dizer quando falei sobre isto.
Quem me apoia totalmente é o meu amor, que faz parte da família, e que vai apoiar sempre mesmo sem eu ter de o pedir.

Love, S.

15 comentários:

  1. O mais importante é mesmo que te sintas bem e feliz.
    O resto é secundário.

    ResponderEliminar
  2. O que importa e que te sintas bem contigo mesma :) R: obrigada querida *-*

    ResponderEliminar
  3. Quando eu não comia carne tbm tinha que ouvir tantas bocas, era tão chato! x

    ResponderEliminar
  4. O mais importante é que sentir-mo-nos bem com as nossas decisões e com o rumo que escolhemos para a nossa vida!

    ResponderEliminar
  5. Tambem sou vegetariana mas as vezes como carne. Frango ou carne branca ou magra porque acho que o meu corpo precisa de alguma (nao muita!) carne. Afinal de contas o homem é um animal omnivoro! De qualquer forma, nao ligues aos comentários -- vais ter mesmo de te habituar pq vai haver sempre alguem! Mas mantem os teus ideais e nao mudes porque os outros insistem! ) beijinhos e se precisares de alguma coisa nao hesites!

    ResponderEliminar
  6. Eu não sou vegetariana, mas tenho bastante problemas com a comida e estou constantemente a ser criticada por isso. Seja em família, seja com amigos e isso tira-me sempre do sério porque, tal como tu, eu não julgo ninguém por aquilo que comem. Se querem comer tudo e mais alguma coisa: comam. Se querem ser vegetarianos: sejam. Se não querem comer determinada coisa porque não gostam: não comam. Simples, eu não tenho nada a ver com isso. Mas credo, há tanta gente que usa logo isso como arma de ataque. Espero que isso um dia passe para ti. Porque só tu é que tens de te importar com aquilo que queres ou não comer. :)

    ResponderEliminar
  7. Oh querida, não ligues ao que te dizem, o que importa é tu te sentires bem contigo própria!

    ResponderEliminar
  8. Não faço ideia porque é que as pessoas têm tanta dificuldade a aceitar e respeitar os modos de vida das outras pessoas. Quer dizer, eu nem reparo no que as pessoas comem quanto mais fazer disso um «big deal» só porque preferem X a Y enquanto que eu prefiro Y a X...

    ResponderEliminar
  9. São opções que tomamos e, principalmente, são as NOSSAS escolhas. E ninguém tem nada a ver com elas. Um escolha nunca é boa ou má, é simplesmente a que "escolhemos seguir". Se te sentes bem, esse tipo de comentários é para ignorar e não dar importância :)

    ResponderEliminar
  10. quando era mais novinha ainda andei com umas ideias dessas, sou super mariquinhas em relação aos animais mas a maioria do que como vem dos que os meus avós matam e dai sei que não são produzidos em massa e cruelmente, mas gostava de conseguir comer melhor, incluindo carne que vou sincera...adoro carne x) mas não tenho paciência e desculpo-me com a falta de tempo por causa dos horários da universidade. Tens umas receitas boas e fáceis? :p

    ResponderEliminar
  11. se não criticasse não era teu irmao lol isto porque o meu também é assim... quanto ao assunto em si do post, eu como profissional de saúde sou "contra" isso. Mas contra mim falo porque eu adoro comida vegetariana e muitas das vezes fujo para a opção vegetariana.
    Só que como profissional e eu estudei isso a fundo, tem que haver peso e medida por isso não me "converto" completamente, nem aconselho que o façam.

    ResponderEliminar
  12. O importante é que te sintas bem. :) Admiro a tua coragem para seguires esse estilo de vida, eu sinceramente não era capaz. Muita força! Um beijinho! :)

    ResponderEliminar
  13. Se tu sentires bem , não há ninguém que tenha de dar opinião :)

    ResponderEliminar
  14. Honestamente ainda não sei muito bem o que pensar do assunto em geral, mas nunca na minha vida iria fazer comentários desagradáveis seja a quem for porque respeito as escolhas dos outros (e, para além disso, visto que não tenho nada a ver com o que a pessoa escolhe ou não comer, não me afectando de qualquer maneira, não tenho de me meter nisso fazendo críticas - algo que algumas pessoas acabam por fazer)

    ResponderEliminar

"Sei que só há uma liberdade: a do pensamento."
-Antoine de Saint-Exupéry