segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Sunshine Blogger Award


DK nomeou-me para esta TAG e eu é claro que com todo o gosto aceito (:

Regras:
Agradecer à/ao blogger que te nomeou e mandar-lhe o link da tua resposta;
Listar as regras e exibir o logótipo no blogue;
Responder às perguntas;
Nomear outros blogues e notificá-los da nomeação;
Criar perguntas para os blogues nomeados responderem.

Perguntas da DK:
1. Qual o vosso objetivo a criar um blog?
Eu quando criei o meu blog o objetivo foi sobretudo publicar textos que escrevi porque a inspiração surgiu ou somente por desabafo. Idealizando assim este meu cantinho como um lugar onde posso dar-vos a ler aquilo que sou basicamente, porque tudo o que escrevo faz parte de mim.

2. Como definem o vosso estilo de roupa?
Eu acho que não tenho um estilo de roupa só, porque vou vestindo aquilo que gosto e que me apetece consoante os dias sem estar muito reservada apenas a uma forma de vestir. Mas gosto sobretudo de roupa com alguma inspiração boho.

3. Qual a vossa comida favorita?
 Podia dizer um prato qualquer do qual gostasse, mas a verdade é que aquilo que mais gosto mesmo é bolo de chocolate.

4. O que é para vocês um amigo?
Para mim um amigo é alguém presente, independentemente de os tempos serem bons ou maus. A amizade é uma relação em que ambos os lados oferecem e recebem, em que podemos confiar naquela pessoa a que chamamos de amigo, e partilhar com ela aquilo que quisermos sem medo de sermos julgados. Amigos são indispensáveis, mas é necessário saber reconhecer quais os verdadeiros.

Nomeados:

As minhas perguntas:
1. Qual a tua maior ambição?
2. Qual é para ti o maior valor?
3. Qual a tua música preferida?
4. Consegues definir felicidade?

Love, S.


domingo, 27 de setembro de 2015

Transformações

Riding Solo

Olho para mim mesma. 
Para o que sou agora e o que fui outrora. E por vezes não sei bem como me tornei na pessoa que sou.
Não sei se sou melhor ou pior do que antes, mas sei que estou mais forte e mais fiel aquilo que sou enquanto pessoa. Mas isso não significa que às vezes não acabe por cair, e quando assim é olho para mim novamente. Não acontece todos os dias. Não acontece todas as semanas. Não tem sequer um ciclo esta reflexão acerca de mim mesma. Mas sinto que é algo de bom, porque nem sempre dou valor aquilo que já superei, mas nestes momentos consigo ver que houve uma transformação. Consigo ver que não fiquei quieta no mesmo sítio a ver o tempo passar, mas que fiz algo. E tendo passado momentos melhores ou piores estou aqui. E sou mais eu. 
Às vezes tenho um pequeno receio que não gostem do meu eu, mas se assim for então não tenho razões para me esforçar para ser algo de diferente. Se assim fosse então deixava de ter a minha identidade para me moldar às expectativas de outros, e isso não é para mim.
Sei que vou cair mais vezes, e em algumas dessas duvidar da força que tenho para me erguer e daquilo que alcancei, mas vou sempre levantar-me novamente porque não gosto de desistir.

Love, S.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Últimos dias


Ultimamente tem sido uma correria para todo o lado, e eu ainda não me consegui habituar aos horários. Tanto de faculdade como dos transportes que tenho de apanhar. Tem sido uma nova fase  e ainda estou a ajustar-me a essa mesma.
Peço desculpa pela ausência mas prometo que vou arranjar mais tempo para vir ao meu cantinho e também aos vossos. 
Como tem corrido convosco?

Love, S.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Mais de 1000 razões para ser feliz #08


As meias de lã grandes e fofinhas quando se tem os pés gelados, daquelas que os aquecem mesmo nos dias mais frios, e que também nos reconfortam quando estamos doentes e sem vontade de fazer nada a não ser preguiçar (como eu neste momento :c).

Love, S.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

É qualquer coisa

Tumblr

O cheiro do incenso preenche o ar deixando um aroma um tanto adocicado. O fumo parece tentar elaborar desenhos no ar mas rapidamente estes se dissolvem dando lugar a um simples fio que se espalha. E o contraste deste com a luz natural que vem lá de fora do tempo cinzento e chuvoso cria uma atmosfera completamente diferente. E eu deixo-me simplesmente estar, deixo o tempo passar, mas não é tempo perdido.
Não sei bem explicar mas é um simples momento zen que gosto de ter de vez em quando e que me dá paz.

Love, S.

sábado, 12 de setembro de 2015

Mais de 1000 razões para ser feliz #07

nightmare

O meu quarto,
 que é para mim um pedacinho do mundo no qual me posso refugiar em qualquer altura e sentir-me bem. É confortável e alegre com a decoração a meu gosto e tem pequenos "pedacinhos" de mim em forma de decoração e que espelham aquilo que sou.
(A imagem não é do meu quarto)

Love, S.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Nova fase

Diários

A entrada na universidade é algo que para mim está a ser acompanhado por um misto de sentimentos, porque se por um lado é uma meta que já tinha há bastante tempo e me sinto orgulhosa de alcançar, por outro lado tenho receio daquilo que não conheço, dado que até agora tive desde o 1º ao 12º pessoas que conheci desde o início.
Estes dias têm sido uma correria e passam a voar por entre os meus dedos!
Espero que tudo corra bem porque se desde praticamente sempre me tentei preparar para o futuro que quero traçar então quero ser feliz ao fazê-lo, com o apoio daqueles que amo e sei que estão a meu lado, e também com o vosso grande apoio com que sei que posso contar.
Alguém mais que esteja um bocadinho nervoso com esta nova fase?

Love, S.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Pequenos textos #04

.

Estar ali à espera estava a deixá -lo ainda mais ansioso. Normalmente não costumava visitar aquele recanto tão silencioso e forrado desde o chão ao tecto com livros e sentia-se a ser observado pela bibliotecária, que ele julgava estar a estranhar a presença de um ser estranho àquele ambiente ali sentado. Acalmou-se um pouco e recordou a razão pela qual esperava, até porque essa razão acabara de chegar com os cabelos pretos sacudidos pelo vento, o nariz rosado pelo frio, os lábios pálidos e uns olhos avelã que percorriam a sala. Vinha chateada com o tempo mas continuava a ser a mulher mais bonita que conhecia.
Depois de se sentar falaram um pouco e ela começou a explicação que tinham marcado no intervalo no dia anterior. E apesar da matéria ser secante, parecia quase uma melodia pela forma como a voz dela parecia ondular através dos cabelos despenteados dele e chegar aos seus ouvidos. Acabaram por falar um pouco sobre si, descortinando aos poucos traços um do outro.
Quando chegou a altura de se despedirem estava claramente um pouco triste com a forma como o tempo voara. Ela sorriu - lhe e disse:
-Até amanhã?
-Na aula?- perguntou ele com esperanças que não fosse apenas isso.
-E aqui à mesma hora?
Ele sorriu e isso chegou - lhe como resposta. Deu-lhe um beijo na cara e ele corou enquanto a via afastar-se.

Love, S.

sábado, 5 de setembro de 2015

Mais de 1000 razões para ser feliz #06

.

Ouvir música da minha banda preferida num vinil, que para mim é uma das melhores formas de ouvir música, enquanto estou sentada no sofá e a tarde está a dar lugar à noite, fechar os olhos e viajar através das melodias. 

Love, S,

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Eu sou eu

Warm indie

Talvez sonhe demasiado,
Talvez stresse demasiado,
Talvez fale demasiado, 
Talvez cante demasiado,
Talvez pense demasiado,
Talvez escreva demasiado.
Talvez seja eu demasiado. 
Mas prefiro ser tudo em demasia do que não o ser, porque ser por metades é não ser eu.
Há dias em que adoro isso em mim e não o questiono, mas há outros em que não percebo porque sou assim. Esta "intensidade" em mim já veio de nascença ou foi-se desenvolvendo? Não sei bem dizer. Talvez um pouco das duas. Só sei que não quero ser um clone. Porque cada vez mais este quer ser igual àquele, e esse igual ao outro que viu aquela a fazer tal coisa. Num presente em que cada gente quer ser igual a todos os outros eu só quero ser eu. Não quero ser aquela pessoa que tenta ser diferente e só é vista assim porque nada faz de bom e é conhecida pelo mau. 
Quero somente e simplesmente ser eu. Imperfeita como sei que sou, mas igual a mim própria. 
Com isto é óbvio que não quero dizer que as pessoas não vão ter gostos, personalidades, sonhos, vontades, ambições, etc comuns. Porque se assim não fosse ninguém se ia entender com ninguém. Porque a verdade é que nos damos com pessoas com quem partilhamos pelo menos 1% de algo comum, a meu ver.
Sejamos por isso nós próprios, com as qualidades e defeitos que chamamos de nossos.

Love, S.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Sondagem

Untitled

Este blog é para mim como um cantinho meu no mundo. Um lugar aqui na blogosfera onde sinto pertencer e onde gosto bastante de partilhar convosco as minhas palavras, desde as mais reflectidas e bem ordenadas até às que escrevo em dias que a inspiração parece voar para longe de mim. Mas seja em que dias for este blog faz parte de todos eles e eu dedico-lhe muito carinho e atenção. E para continuar este meu "trabalho" (que não dá trabalho algum), gostava que se puderem respondam à sondagem que vou deixar na barra lateral. E se gostarem de alguma rubrica em particular podem deixar o nome nos comentários?
Muito obrigada :)

Love, S.