segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Pequenos textos #04

.

Estar ali à espera estava a deixá -lo ainda mais ansioso. Normalmente não costumava visitar aquele recanto tão silencioso e forrado desde o chão ao tecto com livros e sentia-se a ser observado pela bibliotecária, que ele julgava estar a estranhar a presença de um ser estranho àquele ambiente ali sentado. Acalmou-se um pouco e recordou a razão pela qual esperava, até porque essa razão acabara de chegar com os cabelos pretos sacudidos pelo vento, o nariz rosado pelo frio, os lábios pálidos e uns olhos avelã que percorriam a sala. Vinha chateada com o tempo mas continuava a ser a mulher mais bonita que conhecia.
Depois de se sentar falaram um pouco e ela começou a explicação que tinham marcado no intervalo no dia anterior. E apesar da matéria ser secante, parecia quase uma melodia pela forma como a voz dela parecia ondular através dos cabelos despenteados dele e chegar aos seus ouvidos. Acabaram por falar um pouco sobre si, descortinando aos poucos traços um do outro.
Quando chegou a altura de se despedirem estava claramente um pouco triste com a forma como o tempo voara. Ela sorriu - lhe e disse:
-Até amanhã?
-Na aula?- perguntou ele com esperanças que não fosse apenas isso.
-E aqui à mesma hora?
Ele sorriu e isso chegou - lhe como resposta. Deu-lhe um beijo na cara e ele corou enquanto a via afastar-se.

Love, S.

10 comentários:

  1. Oh, parece mesmo uma coisa de miúdos inocentes ^^ Muito querido esse texto =)
    Mas por acaso, dá sempre a sensação que os bibliotecários estão a olhar para nós meios desconfiados... eu cá acho sempre isso =P
    ***

    ResponderEliminar
  2. R: Sim, não posso dizer que não fiquei feliz :)

    ResponderEliminar
  3. Os primeiros amores são sempre os mais bonitos :) E os que vivemos com mais intensidade!!

    ResponderEliminar
  4. R: Obrigada, a sério ♥ Exatamente, e agradeço por isso... É difícil pensar assim, mas vou tentar! Com o tempo, talvez as coisas passem... Vamos fazer figas por isso ahah...

    Muitos beijinhos ♥
    http://sunflowerssblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

"Sei que só há uma liberdade: a do pensamento."
-Antoine de Saint-Exupéry